Doceria

Não vou me perder por aí (sobre a Doceria do Charlie)

Eram muitas possibilidades e escolhemos fazer um resgate. Voltar um pouco para refazer o que já fazemos, sabem? E não faria sentido fazer um resgate longe. Entendemos que é preciso estar perto. Da cidade onde nascemos. Da primeira loja/cafeteria que criamos. Do bairro que nos acolheu desde o princípio. Do forno. Da cozinha de onde a doçura começa a ser composta, entendem? Floripa vem daqui a pouco. Primeiro precisamos fortalecer nosso porto. E que seja alegre. Dentro do Porto, do fundo do nosso amor, sonhamos ocupar o imóvel da Palavraria do Bom Fim (um dia, rola). Romantizamos com a possibilidade de assumir o Café do Lago (muito burocrático). Pensamos sobre uma unidade ligada ao Por do Sol da zona sul (rola um dia tb). Mas escolhemos nos abrigar na antiga PadariE (brilhante padaria orquestrada pela brilhante Priscila). Era um lugar de gastronomia do afeto, vamos procurar honrar essa marca da casa, Priscila. A ideia é que seja uma fábrica de doces do Charlie (fabricar doces em 25m2 tem sido tenso demais), um escritório para sonhar (onde guarda tanto boleto?) e uma Doceria (um laboratório de doces afetivos). Cucas, bolos caseiros, sonhos, geléias, cafés da manhã, brownies especiais. Será que combina? Vocês gostam disso? Descobriremos em breve. Também convidaremos avós para cozinhar por um dia (e parte do lucro fica para elas por conduzir nossa equipe). Na casa a ideia é ter uma variedade de chás caseiros. Cafés especiais de diferentes torras. Amor. Música fofa. Cheirinho de chocolate… e nós. Os Oompas LOompas. Em quanto tempo tudo isso vai acontecer? Depende da Páscoa e, claro, de dinheiro que não temos, mas trabalharemos para ter. A Mariland vai fechar? Enquanto estivermos vivos não. É nossa loja conceito, nossa musa inspiradora e a cafeteria que sempre quisemos ter. Mais detalhes a gente conta durante a jornada, vocês vem com a gente? Dizem que quando nos movimentamos aos poucos fica mais gostoso. É de brownie em brownie. De loja em loja. De resgate em resgate. De Páscoa em Páscoa. Antes da gente se perder por aí nos distanciando de onde começamos, ficamos no nosso Porto. A fábrica e nossa Doceria pretendem ser um pouco assim. Um Porto, bem Alegre de vida, flor, diversidade, amor, doçura e afeto. Espero que gostem.

Com, amor
Charlie

 

Quando? Estamos estruturando o espaço aos poucos, sem pressa, para fazer do jeitinho que sonhamos

Onde? Rua Fabrício Pillar, 822 – MontSerrat – Porto Alegre/RS

O que teremos no espaço?

Nossa Cozinha Industrial com 100 metros quadrados

Nossa nova loja/Doceria que será uma confeitaria especializada em doces afetivos

Confira aqui a matéria publicada na Gaúcha ZH sobre nossa expansão

 

Obras de melhoria no imóvel que sediará nossa nova estrutura estão apenas começando (março 2019)

07f7ec4e-20d6-46b6-83a9-a19837490de4fa41790a-7b98-4c5c-bc40-53cdf51b0405